SindimotoSP
FALE COM O SINDICATO
E-mail: contato@sindimotosp.com.br
ContatoLinksInformativoNotíciasBenefíciosQuem somosHome Quem somos Home Quem somos Quem somos Home Quem somos Quem somos Benefícios Notícias Informativo Links Contato Home Quem somos Quem somos Home Quem somos Quem somos Benefícios Notícias Informativo Links Contato Home Quem somos Quem somos Home Quem somos Quem somos Benefícios Notícias Informativo Links Contato

"Leia meus artigos. Divulgue!"
Blog do Gil
 
Fale com o Sindicato
 
Parceiros
Parceiros
 

São Paulo, 7 de abril de 2020

SindimotoSP e UGT solicitam inclusão imediata de motoboys e ciclistas na Campanha de Vacinação

 
O SindimotoSP e a UGT solicitaram ao governo federal a inclusão imediata dos motoboys e ciclistas profissionais na Campanha Nacional de Vacinação realizada pelo Ministério da Saúde, que começou em todo Brasil no dia 20 de março.

Na primeira etapa estão sendo vacinados grupos de risco (acima de 60 anos) e profissionais da saúde. Na sequência, dia 16 de abril, serão vacinados outros profissionais que atuam junto ao público e por fim, dia 9 de maio, a população geral, data esta liberada para motoboys, por exemplo. 

Porém, o entendimento do SindimotoSP e UGT é que devido ao fechamento do comércio e isolamento das pessoas, os trabalhadores de entregas rápidas estão muito mais expostos ao contágio devido ao aumento da procura por seus serviços e, por isso, devem ser priorizados por se tratar de uma categoria gigantesca. Só na capital são cerca de 220 mil motoboys fazendo entregas e cerca de 500 mil no estado de São Paulo. No Brasil, estatísticas apontam mais de 3 milhões de trabalhadores atuando nesse setor.

Agora, os trabalhadores da categoria são linha de frente e executam serviço essencial para à população, evitando assim colapso na economia em todo país. A importância do cuidado com à categoria já foi observada pelo MPT, por exemplo, que emitiu Nota Técnica, com aval da Justiça do Trabalho, obrigando todas as empresas que atuam no setor do motofrete (Apps, entregas express e tomadores de serviço) cumpram medidas sanitárias para preservar à vida dos trabalhadores.

O SindimotoSP e a UGT entraram em contato com as secretarias de saúde (governos federal, estadual e municipal) solicitando audiência para tratar desse assunto com urgência, além de outros, a fim de preservar à saúde desses profissionais.

Vale ressaltar que a vacina contra Influenza (vírus da gripe comum) não tem eficácia contra o coronavírus, porém, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos.


Leia mais notícias

Veja também.............................................................................

A Voz do Motoboy Informativo SindimotoSP O Blog do Gil


Facebook
 
Flickr
 
Twitter
 
YouTube